Cashless para hotéis e resorts: saiba como o mercado tem inovado

2 anos
Eyemobile
Por Eyemobile

Transformar a experiência dos hóspedes é algo fundamental em qualquer hotel ou resort, afinal é a partir desse contato positivo com a sua marca que essas pessoas desejarão retornar a esse local paradisíaco para as próximas férias.

Existem muitas maneiras de conseguir esse efeito, e entre elas está a facilidade, buscando tornar tudo muito mais simples e prático para os seus hóspedes, reduzindo s burocracias e as preocupações.

O cashless para hotéis vem ao encontro dessa necessidade, ajudando o seu negócio hoteleiro a se destacar entre as várias marcas disponíveis. Mas será que o seu empreendimento está preparado para essa tendência? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

O que é a tecnologia cashless?

Cashless, como o próprio nome indica, significa pagamento sem dinheiro. Ou seja, feito por outros meios que não envolva a troca de dinheiro físico e nem o uso de cartões de crédito e débito.

Hoje o mercado dispõe de uma variedade de tecnologias para o pagamento cashless, como pulseiras RFID, uso de máquinas de cartões inteligentes, cartões pré-pago e até mesmo a possibilidade de usar a “chave magnética” do quarto, que se torna um item bem mais tecnológico, permitindo o pagamento dos consumos pelo cliente e outras interações sociais.

A tecnologia cashless se baseia na transferência imediata dos créditos de um desses sistemas para a conta bancária do estabelecimento, sem a interferência dos bancos ou a intermediação das máquinas de cartões tradicionais, por exemplo.

Para o consumidor, esse método traz mais segurança e controle dos seus gastos, enquanto para o comerciante é mais uma forma de recebimento, com menos taxas e burocracias.

Cashless para hotéis: o exemplo que vem de fora

O cashless tem ganhado o mundo e embora no Brasil ainda seja uma tecnologia recente e basicamente mais atrelada aos festivais de música, em outros países ele já é uma realidade.

Um ótimo exemplo de como essa tecnologia pode ser usada para trazer muito mais comodidade e conforto aos hóspedes vem da Disney, mais precisamente da MagicBand  – uma pulseira que utiliza a tecnologia RFID e que conta com várias funções como:

  • ela é o próprio ingresso para a entrada no parque;
  • funciona como a chave do quarto;
  • possibilidade de liberar a entrada em atrações para conseguir ter acesso a filas mais curtas;
  • registro fotográfico;
  • compras cashless nas lojas e restaurantes do complexo.

Ou seja, quando o turista faz a sua reserva para a Disney automaticamente tem direito a MagicBand, que como tudo nesse universo também parece ser mágica – mas apenas conta com soluções sofisticadas de tecnologia.

A ideia por trás da pulseira é facilitar a vida de quem frequenta a Disney, modificando a sua experiência. Assim, com ela, é possível comprar ingresso para as atrações, consumir dentro do resort, ter direito a filas menores e ainda manter um registro das suas fotos nas principais atrações, facilitando na hora de compartilhar essas experiências nas redes sociais.

É claro que com uma pulseira assim a experiência do turista será totalmente diferenciada, já que ele não terá de se preocupar em levar a sua carteira para cima e para baixo (colocando a sua segurança em risco) e nem ter de carregar vários itens, como a chave do quarto, tickets para as atrações, entre outros.

Vários hotéis da rede têm usado essa tecnologia com sucesso, como é o caso do resort com temática africana, o Animal Kingdom.

Embora a Disney seja um dos cases de maior sucesso, ela não é a única e ao redor do mundo é possível encontrar vários hotéis e resorts que usam a tecnologia cashless como fator de diferenciação.

Inclusive na Suécia praticamente todas as transações hoje são feitas via cashless, indo muito além do setor hoteleiro e englobando outros pontos importantes para o turismo, como é o caso do aeroporto de Estocolmo. Nesse país, em 2014, apenas 1/5 das transações de varejo eram realizadas em dinheiro.

A Suécia não é a única nesse sentido. A Dinamarca, a Noruega e a Bélgica também investem no cashless para dar mais segurança a sua população e aos turistas, reduzindo o número de dinheiro físico circulante.

As vantagens de investir no cashless para hotéis

Depois de ler o tópico anterior, você já deve ter notado algumas vantagens de investir no cashless para hotéis não é mesmo? Afinal se essa não fosse uma tecnologia interessante não existiriam tantos países reduzindo o uso de dinheiro tradicional.

Veja algumas vantagens que essa tecnologia pode trazer ao seu hotel ou resort:

  • mais comodidade aos seus hóspedes, já que essas pulseiras ou cartões estão sempre com eles, aumentando a facilidade para que as transações comerciais aconteçam;
  • mais segurança afinal não existe dinheiro físico circulante e seus hóspedes não precisam trafegar dentro do seu hotel ou resort levando a carteira;
  • possibilidade de integração de tecnologias, transformando a sua pulseira ou cartão cashless em um item hi-tech e capaz de modificar a forma como seus hóspedes se relacionam com suas atrações, como permitindo armazenar fotos ou usar a pulseira como entrada para atrações e chave do quarto;
  • possibilidade de ter acesso a dados mais precisos sobre os padrões de consumo e preferência dos seus hóspedes, entendendo melhor quem compõe a sua clientela e criando campanhas de marketing que sejam mais assertivas;
  • experiência diferenciada, reduzindo as burocracias, taxas e outros inconvenientes sobre os quais, geralmente, os turistas não desejam ter de pensar durante as férias;
  • diferenciação da sua marca perante a concorrência;
  • tranquilidade para os turistas internacionais, reduzindo a necessidade de trabalhar com casas de câmbio ou ainda de ficar sem dinheiro da moeda do país quando ele mais precisar;
  • redução da possibilidade de erros humanos, como lançando itens a mais ou a menos nas comandas dos quartos;
  • eliminação dos aborrecimentos de ter de lidar com processos de pagamento manual;
  • mais segurança a todos os envolvidos, já que o hotel também terá em sua posse menos dinheiro físico.

Hoje nós vivemos em uma sociedade que busca a experiência diferenciada, dando a ela mais valor do que a posse de objetos. Devido às enormes pressões que sofremos no nosso dia a dia e também no universo corporativo, quando saímos de férias o que menos desejamos é ter de lidar com inconvenientes e dores de cabeça.

Por isso, quanto mais os hotéis e resorts conseguirem prestar um serviço de excelência, surpreendendo positivamente os seus hóspedes e tornando o momento das férias mais relaxante e tranquilo, mais diferenciada será a marca.

O cashless para hotéis e resorts pode trabalhar de forma positiva nesse sentido, modificando a percepção dos seus hóspedes sobre a sua marca e tornando a hospedagem deles um momento único e diferenciado.

Você gostou de saber mais sobre a tecnologia cashless para hotéis? Aproveite e compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!