Como aumentar as receitas do seu evento?

2 anos
Eyemobile
Por Eyemobile

Em uma empresa, o que determina o sucesso ou não do negócio é a margem de lucro. Quanto maior, mais interessante ela é economicamente. Medir o sucesso de um evento pode contar com inúmeras variáveis, como quantidade de público, objetivos alcançados, experiência dos participantes e também a receita gerada.

Por isso, muitos produtores sempre estão em busca de dicas e ideias criativas para aumentar as receitas e melhorar a eficiência e os resultados das suas produções.

Embora existam muitas medidas já conhecidas, é importante buscar a inovação constante, ainda mais em um setor que a cada ano tem se reinventado com soluções diferenciadas. Quer saber como aumentar as receitas e surpreender seus participantes? Continue a leitura!

1-    Conheça muito bem seu participante

Antes de tomar qualquer medida é fundamental que você analise quem é o público-alvo do evento que você está organizando e de que forma você poderá tornar seu evento mais atrativo e convidativo para essas pessoas.

Se você está organizando um festival de música eletrônica para jovens adultos, certamente o enfoque será diferente de uma feira de negócios, por exemplo. Assim a melhor solução será sempre aquela pensada de acordo com o seu público-alvo.

Entender as necessidades, desejos e demandas dos seus participantes é essencial nesse planejamento. Se as pessoas que participam dos seus eventos costumam reclamar das filas longas nos bares, tome medidas para tornar esse processo mais ágil – e venda mais.

Caso a taxa de fidelização dos seus eventos seja baixa, ou seja, os participantes não costumam retornar para novas edições, busque compreender o que deixou a desejar para que essas pessoas continuem participando das suas organizações.

Quanto mais informações você tiver, mais assertivas serão suas ações.

2-    Busque patrocínios

Embora essa seja uma medida bem conservadora para aumentar as receitas dos eventos, nem todos os produtores e organizadores se atentam a ela.

Note que, buscar patrocínio não é o mesmo que “atirar para todos os lados”. É preciso listar as empresas que tenham relação com o evento que você está organizando e que podem aproveitar do mesmo para exporem de forma positiva a sua marca.

A maior parte das “rejeições” de patrocínio acontece justamente por essa falta de planejamento que faz com que os produtores peçam auxílio de custo para empresas de ramos nenhum pouco próximos com a sua organização – e sem nenhum estudo ou proposta.

Antes de bater na porta das empresas, monte uma proposta adequada, indicando o que a empresa poderá ganhar ao ajudar o seu evento, como a exposição da marca para “X” pessoas com interesse para o setor, possibilidade de vendas, entre outros.

3-    Invista no cashless

O cashless já é uma considerada uma tendência para o setor de eventos porque traz inúmeras facilidades para os participantes e também para os organizadores.

Diversos estudos têm apontado que, ao utilizar a tecnologia de pagamento sem dinheiro, os participantes sentem-se mais estimulados a consumirem mais, o que significa um aumento médio de 30% no consumo.

As vantagens desses sistemas são várias, como:

  • agilidade nos processos de compras;
  • diminuição das filas;
  • mais segurança para os participantes;
  • controle em tempo real das vendas realizadas dentro do evento;
  • rapidez nas transações comerciais;
  • transparência nas transações, reduzindo as chances de erro humano.

Muitos produtores de eventos acreditam, contudo, que o cashless é uma solução apenas para grandes produções – e isso não é verdade.

Com a tecnologia se tornando cada vez mais comum, diversas empresas têm criado soluções para todos os portes de eventos, de acordo com as necessidades de cada produção.

4-    Use vendedores móveis

Com o sistema de cashless, você não precisa de caixas fixos apenas nos pontos de venda, pelo contrário, é possível analisar quais são os locais de maior tráfego dentro do seu evento e aumentar as suas vendas.

Mesmo com o cashless, a fila no bar está um pouco maior do que deveria? Coloque alguns vendedores móveis para auxiliar no processo. Notou que um ponto específico possui vários participantes? Desloque seus vendedores com totens para esse ponto e facilite a vida dos seus consumidores.

Essa ideia pode ser usada para a venda de produtos variados, como alimentos e bebidas, mercadorias próprias nas feiras de negócios e muitas outras ações.

5-    Aposte nas pulseiras RFID

Outra tendência tecnológica para os eventos são as pulseiras “inteligentes” que usam a radiofrequência para diversas ações.

Além de ser um meio muito usado para o sistema cashless, através da inclusão de créditos pré-pagos, as pulseiras ainda podem ter diversas funções, como:

  • integração com as redes sociais, permitindo mais interação entre os participantes;
  • dados precisos sobre seu público, o que gera mais autonomia nas suas produções futuras;
  • diferenciação da experiência do participante do seu evento.

Com as pulseiras, os produtores podem levar o seu evento a um nível de satisfação muito maior, fazendo com que os participantes possam, por exemplo, trocar contatos, guardar fotos e setlists e muitas outras ações.

Além disso, para o organizador do evento, as pulseiras oferecem informações importantes sobre quem está participando do seu evento e até possibilitando oferecer um serviço mais personalizado.

Acompanhando a movimentação dos participantes, você poderá saber, por exemplo, em qual stand eles estão permanecendo por mais tempo (uma informação útil para feiras de negócio), ou se a fila para alguma atração está demorando mais do que o previsto.

Tudo isso ajuda a tomar decisões mais inteligentes que favorecem a experiência dos participantes e torna o seu evento muito mais significativo e com um valor agregado maior.

6-    Faça vendas no pós-evento

Depois do evento finalizado, é hora de começar a manter contato com os participantes. Com as pulseiras RFID ou a venda de ingressos online, por exemplo, é fácil ter o contato dessas pessoas.

Aproveite essa proximidade para enviar promoções exclusivas de produtos das empresas patrocinadoras ou até mesmo oferecer descontos para os próximos eventos que você estiver organizando.

Mas, não pare por aí. Use esses contatos para criar uma verdadeira relação com essas pessoas, buscando saber a opinião delas sobre o evento que participaram, e fazendo uma verdadeira nutrição de leads, com informações que sejam relevantes sobre o seu setor ou sobre outros eventos de organizadores parceiros.

Saber se relacionar adequadamente com seus públicos é um dos diferenciais que ajuda também a fidelizar participantes e, claro, aumentar as receitas dos seus eventos.

Gostou das nossas dicas? Ainda tem alguma dúvida? Deixe um comentário pra gente!